sexta-feira, fevereiro 26, 2010

Os músculos e a coluna

Temos músculos em todas as regiões do corpo. Somos completamente dependentes deles. Completamente! Não há se quer uma posição em que todos os nossos músculos estejam relaxados e sem algum tipo de trabalho. Mesmo quando estamos dormindo há algum grupo muscular que está insatisfeito com nossa posição de dormir. Quem nos mantém em pé? Ossos? Que nada, músculos! Todos movimentos do corpo são dependentes deles. Saiba que para respirarmos não é o ar que entra e enche nossos peitos, e sim, os músculos que abrem os nossos peitos e pela diferença de pressão que atmosférica o ar entra.

Mas porque estou falando de músculos? O corpo é muito adaptativo, todos os estímulos que ele recebe por um longo período, ele se adapta. Se ficamos muito sentado no trabalho, em casa, ou nos nossas atividades de lazer, o corpo se adaptará a postura sentada. Se trabalhamos em pé, ou passamos 3 horas por dia jogando golf (porque não?), ele se adaptará a postura em pé, e ainda, se adaptará à rotação do tronco apenas para um lado, pois ainda está para nascer quem consiga jogar golfe dando tacadas com o lado direito e o esquerdo!

Eis os músculos de nossa coluna:


Imagem: Netter, 1999

Bastante não? Agora veja, somos assimétricos por natureza. Utilizamos mais um braço do que o outro, mais uma perna do que a outra, sentamos em cima de uma perna, cruzamos as duas pernas (mas muitas vezes cada uma de maneira diferente), assistimos televisão no apoio lateral do sofá (experimente sentar no apoio do lado oposto e verá como é estranho), dormimos de barriga pra baixo (a cabeça fica rodada para um lado só a noite toda), e por aí vai...

Só que, nossos músculos da coluna não são assimétricos. Ou seja, cada músculo que temos do nosso lado direito, temos exatamente igual do lado esquerdo. Mas se utilizamos estes músculos de forma diferente, um lado ficará mais trabalhado do que o outro. Em outros termos, um lado será mais forte do que o outro. Se temos duas cordas (entenda músculo) opostas puxando o mesmo segmento (entenda coluna), só que um lado é mais forte que o outro, o que acontece? Nunca brincou de cabo de guerra? Exato! A coluna se entorta para o lado mais forte. E como o corpo é adaptativo, se uma parte da coluna está torta para a direita, ele entortará outra parte da coluna para a esquerda para nos mantermos eretos, e com o olhar horizontal. Exemplos:

Imagem: Kapandji, 2008

E eis a escoliose. É claro que esta é apenas uma das causas da escoliose. E este desequilíbrio muscular da coluna pode gerar outros tipos de problemas, como osteófito (conhecido como bico de papagaio), artroses, hérnias, dores posturais, entre muitos outros...

Trate da sua coluna, procure um equilíbrio. Quer ajuda? Procure um RPGista, e faça uma Reeducação Postural Global.

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

A coluna e suas curvaturas

Neste blog descreverei como é a sua coluna. Primeiramente porque conhecer o nosso corpo, e como ele funciona, nos ajuda a trabalhá-lo de maneira mais eficiente. E, além disso, tentarei te ajudar a entender suas dores nas costas, o “lombo pesado”, ou porque sua coluna “trava”. Claro que toda coluna tem suas peculiaridades, mas descreverei o que é uma coluna equilibrada, os problemas mais comuns que podemos ter, e suas possíveis soluções, tanto médicas como fisioterápicas.

Podemos ter diversos tipos de patologias na coluna, que podem ser provenientes de problemas ósseos, musculares, tendíneos, ligamentares, neurais ou até congênitos. Cada uma dessas patologias têm suas características e seus sintomas, algumas vezes o diagnóstico é complicado pois quantificar e localizar a dor nem sempre é uma tarefa fácil.

Mas quanto mais informação, mais fácil fica o diagnóstico, e com isso, o prognóstico. Sem muita demora, eis sua coluna:


Imagem: Netter, 1999

São 33 vértebras, sendo: 7 cervicais (região do pescoço), 12 torácicas (região do tronco), 5 lombares (região do abdômen), 5 sacrais (região do quadril) e 4 coccígenas (nossa cauda sub-desenvolvida). De frente a coluna não apresenta, ou não deveria apresentar, nenhuma curvatura. Caso exista é conhecida como escoliose (assunto para outro post, e longo post):


Imagem: Kapandji, 2008

Agora, olhando de lado, ela apresenta 4 curvaturas normais, que, com nossas posturas diárias, nossos trabalhos, nossos lazeres e atividades, podem estar aumentadas ou diminuídas (ou até invertidas). São elas: lordose cervical, cifose torácica, lordose lombar, e cifose sacro-coccígena.


Imagem: Kapandji, 2008

Mas calma, com o tempo descreverei tudo com mais detalhes e chegarei às suas dúvidas e\ou curiosidades. Caso tenha interesse em saber de alguma patologia ou peculiaridade da coluna mande suas dúvidas que utilizarei algumas delas para criar novos posts.
Ah! Seja bem vindo. 
Ocorreu um erro neste gadget